• Flávia Mesquita

Breakthrough


Breakthrough (em inglês) significa ruptura, mas também avanço. Na verdade, ambos. Quer significar aqui, que quando não cabemos mais num lugar, numa situação, num grupo, a vida se encarrega, pelo funcionamento de suas leis automáticas, de nos levar a nossos novos lugares.

Quem nunca se sentiu assim antes? Não cabendo mais em um emprego, já não achando mais tanta graça naquela galera, já não se encontrando mais em uma relação amorosa, sentindo intimamente, que já não pertence mais àquele cenário. E não significa que essas rupturas naturais sejam os resultados das nossas decisões ruins, mas especialmente, a indicação de que já houve uma mudança em nós. Avançamos para uma estrutura e vibração que já não nos permite ficar ali.

Isso é bom? Acho que sim. Todas as nossa vivências nos enriquecem de alguma maneira, e avançar vai nos trazer outras oportunidades, diferentes, oferecendo crescimento e um entendimento mais amplo de nós mesmos.


Breakthrough, in this digital art, means that when we no longer fit in one place, in a situation, in a group, life takes care, through the functioning of its automatic laws, to take us to our new places.

Who has never felt this way before? No longer able to fit into a job, no longer finding so much fun in that crowd, no longer finding themselves in a loving relationship, feeling intimately, that they no longer belong to that scenario. And it doesn't mean that these natural disruptions are the results of our bad decisions, but rather, an indication that there has already been a change in us. We moved into a structure and vibration that no longer allows us to stay there.

That's ok? I think so. All our experiences enrich us in some way, and moving forward will bring us different opportunities, offering growth and a broader understanding of ourselves.

16 visualizações
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Posts Recentes
Arquivo