• Flávia Mesquita

Toque de Midas


Diz-se que Toque de Midas é a capacidade de transformar tudo aquilo que se toca, em ouro. E alquimias a parte, de vez em quando vemos alguém no mundo com essa capacidade. Não falando do metal propriamente, lógico, mas dos resultados que as ações que esses toques podem produzir.

Midas no sentido moderno são aquelas pessoas que tem a capacidade de empreender, ter sucesso e prosperar com facilidade. Não somente beneficiando a si mesmos, mas inevitavelmente, a todos que estão ao redor.

Hoje, no entanto, a moeda pela qual se mede o sucesso mudou. Ter sucesso financeiro, ou mesmo ter alcançado grande projeção, não representa mais um grande feito, e a realidade nos colocou, nesse sentido, todos no mesmo degrau. Vida e morte significam a mesma coisa para quem tem ouro e quem não. Então penso que chegamos ao momento de rever alguns paradigmas, e ressignificá-los para parâmetros mais humanos, mais elevados. O que representa hoje, o ouro de antigamente? O que se tornou para nós tão precioso? O ouro de ontem, capaz de conferir valor a todas as coisas, hoje, pode ser substituído, talvez, por coração? Não aquele coração que norteia as relações humanas, mas aquele que se ocupa da Vida na sua melhor forma.

Nesse novo parâmetro quem poderia ser considerado um Midas? Aquele que produz benefício e confere, ele mesmo, valor a tudo que toca? Que promove entendimento e desejo de elevação sem esforço? Que conduz situações para melhores resultados só com sua maneira de ser? Penso que, na verdade, tudo isso. Hoje, mais que nunca, se procura por modelos que inspirem e estimulem, e que nos façam lembrar de capacidades mais luminosas que estão dentro de cada um. Um rei Midas, no toque de sua humanidade.

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Posts Recentes
Arquivo